Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CBF anuncia demissão do diretor das seleções a apresenta quinta-feira novo selecionador

Lusa

  • 333

São Paulo, 28 nov (Lusa) - O diretor de seleções da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Andrés Sanchez, deixou hoje o cargo, depois de discordar com demissão do técnico Mano Menezes, informou hoje a assessoria de imprensa do organismo.

A CBF aproveitou também para informar que anunciará quinta-feira o nome do novo selecionador do Brasil, com a imprensa a insistir no regresso Luiz Felipe Scolari, campeão do Mundo em 2002 e ex-selecionador de Portugal, para treinador, e Carlos Alberto Parreira, campeão do Mundo em 1994, para coordenador.

Mano Menezes foi dispensado na última sexta-feira, por decisão do presidente da CBF, José Maria Marín, e do vice-presidente, Marco Polo del Nero. Sanchez, que foi incumbido de avisar o selecionador, disse à imprensa que não concordava com a decisão da cúpula, mas que respeitava a hierarquia.