Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cavaco Silva afirma que é "masoquismo" dizer que a dívida não é sustentável

Lusa

  • 333

Estocolmo, 02 out (Lusa) - O Presidente da República questionou hoje a razão por que analistas e políticos dizem que a dívida portuguesa não é sustentável, considerando que essa atitude é "masoquismo".

"Surpreende-me que em Portugal existam analistas e até políticos que digam que a dívida pública não é sustentável", afirmou o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, em declarações aos jornalistas durante uma visita de Estado que está a realizar desde terça-feira à Suécia.

Sublinhando que os próprios credores, a comissão, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Europeu dizem que "é sustentável", Cavaco Silva questionou por que são os próprios portugueses, que são os "devedores", a dizer que não é sustentável. "Só há uma palavra para definir esta atitude: masoquismo", afirmou.