Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Castelo Branco: Sindicato teme que Delphi despeça mais de 300 trabalhadores

Lusa

  • 333

Castelo Branco, 17 jun (Lusa) - O sindicato das indústrias transformadoras teme que a multinacional Delphi, o maior empregador do distrito de Castelo Branco, despeça mais de 300 trabalhadores no fim do mês, altura em que termina o fabrico de um produto para uma marca automóvel.

A coordenadora do sindicato do distrito de Castelo Branco adiantou hoje, à agência Lusa, que os postos de trabalho estão em risco uma vez que a empresa, que produz cablagens para a indústria automóvel, informou os empregados que deixará de fabricar, a partir do final do mês, um produto para a marca Rover. Esta produção era responsável por dar trabalho a estes 300 funcionários.

"Trata-se de trabalhadores temporários, mas alguns têm vários anos de casa. Há empregados com vínculos precários na empresa há oito anos", explicou à Lusa, Gabriela Gonçalves do SITE - Sindicato das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Centro-Sul e Regiões Autónomas.