Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Casos de falsificação alimentar fragilizam imagem da ASAE - DECO

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 jun (Lusa) - O secretário-geral da DECO afirmou hoje que os casos de fraude relacionados com produtos alimentares "fragilizam" a imagem da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e lamentou o "apagamento público" desta entidade na vigência do atual Governo.

Jorge Morgado, que comentava uma possível fraude hoje denunciada pelo Diário de Notícias, disse à Lusa que a regularidade com que estes casos têm acontecido fragiliza a imagem da ASAE e revelam um "certo apagamento público" desta entidade.

"Este apagamento público da ASAE, uma certa redução da sua atividade, tem a ver com a vigência deste Governo. Tanto quanto nos parece, a ASAE está a trabalhar quase exclusivamente nas suas obrigações comunitárias [...] e está a descurar a fiscalização e o controle do dia-a-dia em Portugal", criticou o responsável da associação de defesa dos consumidores DECO.