Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Casa da Música não aguentará "qualquer corte suplementar" -- Valente de Oliveira

Lusa

  • 333

Porto, 20 abr (Lusa) -- Valente de Oliveira, o presidente do Conselho de Fundadores da Casa da Música, está confiante na solução encontrada para a gestão da instituição mas avisa que qualquer corte para além dos 30% "será muito negativo"

"Qualquer corte suplementar para a Casa da Musica será muito negativo, nós não aguentaremos", afirmou Valente de Oliveira em entrevista à agência Lusa.

Figura central na procura de uma solução para a recente crise que levou à demissão do administrador delegado, Nuno Azevedo, Valente de Oliveira espera que o corte de 30% nos apoios do Estado seja "o máximo do máximo dos cortes". A partir daí a Casa corre o risco de se transformar "noutra coisa".