Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Carta de falso espião Alfred Dreyfus é leiloada em maio em Paris

Lusa

  • 333

Paris, 17 abr (Lusa) -- Uma carta escrita na prisão por Alfred Dreyfus, o capitão judeu do exército francês, cuja destituição há mais de um século, com base em acusações forjadas de espionagem, provocou uma crise nacional em França, vai ser leiloada em Paris.

Dirigida ao ministro do Interior, em 1895, um mês depois de Dreyfus ter sido condenado por traição, a carta será vendida pela Sotheby's, no dia 29 de maio, e deverá render entre 100.000 e 150.000 euros, informou a leiloeira num comunicado.

Dreyfus (1859-1935), judeu da Alsácia, região do leste de França, na altura ocupada pela Alemanha, foi considerado culpado de, em 1894, passar informação secreta ao adido militar alemão em Paris e condenado a prisão perpétua na colónia penal da Ilha do Diabo, na Guiana francesa.