Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Carlos Silva: UGT continua a apostar no diálogo, mas admite tornar-se mais reivindicativa

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 abr (Lusa) - O novo líder da UGT, Carlos Silva assegurou que a central vai continuar a apostar no diálogo, mas admitiu que pode tornar-se mais reivindicativa se o Governo continuar com a política de austeridade.

"O diálogo social faz parte dos 35 anos de vida da UGT. É a matriz da UGT e vamos mantê-la, mas o diálogo social não é condição para a perda dos direitos e regalias dos trabalhadores", disse Carlos Silva em entrevista à agência Lusa.

O sindicalista deixou um apelo ao Governo para que mude de atitude relativamente à concertação social porque "o consenso não se constrói sem o contributo dos parceiros sociais".