Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Carlos Pereira recusa AG requerida por clubes por apenas quatro terem quotas em dia

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 nov (Lusa) -- O presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Carlos Pereira, não vai convocar a Assembleia Geral extraordinária requerida por 14 clubes, porque só quatro deles tinham as quotas pagas à data do requerimento.

"Há um vício formal insanável que não permite que a Assembleia Geral seja requerida. O requerimento não preenchia os requisitos estatutariamente exigidos para o exercício do direito de requerer a convocação da Assembleia Geral extraordinária", disse hoje à agência Lusa o presidente da Mesa da AG da Liga, Carlos Deus Pereira.

O artigo 9º, número 1, alínea a), dos estatutos da Liga, reza que são direitos dos associados os seguintes: "O direito de requerer e tomar parte das reuniões da Assembleia Geral e nas suas deliberações e o de eleger os órgãos da Liga, desde que se mostrem pagas todas as quotas vencidas nos termos fixados pelo regulamento geral".