Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Carlos Costa defende adoção de Programa Cautelar após assistência financeira

Lusa

  • 333

Lisboa, 19 mar (Lusa) - O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, defendeu hoje a adoção de um Programa Cautelar, após o Programa de Assistência Económica e Financeira, para garantir a "operacionalização dos mecanismos europeus de intervenção no mercado da dívida pública".

Considerando que não se podem excluir situações de volatilidade excessiva do mercado, Carlos Costa afirmou, em Lisboa, que "é essencial que, para fazer a face a situações contingentes, se disponha de mecanismos de intervenção no mercado primário e secundário da dívida pública que evitem que os investidores se afastem da economia portuguesa".

Para o governador do Banco de Portugal, que falava numa conferência na SEDES, em Lisboa, isso passa pela "operacionalização dos mecanismos europeus de intervenção no mercado da dívida pública, o que pressupõe, como contrapartida, a adoção de um Programa Cautelar".