Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Caparica: Polis deve terminar em 2013 e sem mais apoio financeiro do Estado - Ministério Ambiente

Lusa

  • 333

Costa de Caparica, 01 jun (Lusa) -- O programa Polis da Costa de Caparica (Almada) vai ser reprogramado, definindo-se os trabalhos a realizar até final de 2013 e sem necessidade de mais participação financeira do Estado, adiantou à Lusa o Ministério do Ambiente.

Em resposta a questões da agência Lusa, o Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território refere que esta nova reprogramação, que está a ser preparada pela Sociedade CostaPolis, deve respeitar "o prazo anteriormente estabelecido" para limite da vida da sociedade (final de 2013). Deverá ainda "ter em conta os meios financeiros efetivamente disponíveis até essa data" para a realização das intervenções.

"Essa reprogramação indicará quais as ações a desenvolver até ao final de 2013, tendo em conta que no contexto económico atual importa assegurar que não haverá necessidade de mais participação financeira por parte do Estado para a realização das ações propostas" para requalificação urbana e valorização ambiental, afirma o ministério de Assunção Cristas.