Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cão italiano enlutado assiste todos os dias à missa à espera do regresso da dona

Lusa

  • 333

San Donaci, Itália, 18 jan (Lusa) - Dois meses depois da morte de Maria Margherita Lochi, o seu cão Tommy continua a ir todos os dias à missa, esperando pelo seu regresso no mesmo sítio onde costumava sentar-se na companhia da dona.

O leal pastor alemão, de sete anos de idade, acompanhava a dona, que morreu aos 57 anos, para todo o lado desde que esta o adotou depois de o encontrar abandonado num campo ao pé de sua casa, na aldeia de San Donaci, perto da cidade de Brindisi, no sul de Itália, relatou o jornal britânico Daily Mail.

O padre da paróquia autorizava Maria Lochi a assistir à missa na companhia de Tommy e hoje, mesmo sem Maria Lochi, o ritual repete-se todos os dias: o cão entra na igreja de Santa Maria Assunta, deita-se junto do altar e assiste em silêncio à celebração.