Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Canoagem estranha desinteresse do Turismo de Portugal nas suas provas internacionais

Lusa

  • 333

Prado, 25 mar (Lusa) -- O presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, Mário Santos, lamentou hoje o facto de apenas uma das três provas internacionais organizadas no país em 2013 merecer apoio da tutela, estranhando o desinteresse do Turismo de Portugal.

"Estamos um pouco desanimados, não com a tutela do desporto, mas com a do turismo. Organizamos eventos que trazem ao país muita gente, os melhores a nível internacional. E Portugal é o país do mundo onde mais seleções de canoagem se concentram para treinar", justifica.

Portugal vai organizar em junho o Campeonato da Europa de velocidade (Montemor-o-Velho), que tem o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), mas o Europeu de maratonas (Prado), também em junho, e o primeiro Mundil de surf ski (Vila do Conde/Esposende) não merecem qualquer apoio da tutela, com o dirigente a entender que faria "todo o sentido" o interesse do Turismo de Portugal.