Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Candidato derrotado nas presidenciais no Quénia vai contestar resultados

Lusa

  • 333

Nairobi, 09 mar (Lusa) -- Raila Odinga, primeiro-ministro cessante e candidato derrotado nas presidenciais no Quénia, anunciou hoje que vai contestar judicialmente os resultados que deram a vitória a Uhuru Kenyatta, mas apelou aos seus apoiantes para que mantenham a calma.

Odinga, cuja derrota em 2007 deu origem a confrontos interétnicos que se saldaram em mais de mil mortos, denunciou "irregularidades maciças" nas presidenciais de 04 de março, mas advertiu que "qualquer violência, nesta altura, podia destruir o país para sempre".

A Comissão Eleitoral Independente declarou hoje oficialmente vencedor das presidenciais Uhuru Kenyatta, filho do primeiro presidente do Quénia independente e um dos homens mais ricos de África, que foi acusado pelo Tribunal Penal Internacional de crimes contra a humanidade relacionados com a violência que se seguiu às eleições de 2007.