Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Candidato às presidenciais diz que Irão não quer ter uma bomba atómica

Lusa

  • 333

Teerão, 04 jun (Lusa) -- Ali Akbar Velayati, um dos principais candidatos às presidenciais iranianas, afirmou, em entrevista à agência AFP, que o seu país não procura dotar-se de uma bomba atómica, como é acusado pelo ocidente e Israel.

Este candidato defendeu que, se for eleito Presidente do Irão no dia 14, irá também defender o direito do seu país de "utilizar de forma pacífica a energia atómica".

"O nosso líder supremo [Ali Khamenei] diz que a religião [muçulmana] proíbe o fabrico de uma bomba, nós repetimos que somos contra o fabrico de armas nucleares", disse Velayati, antigo chefe da diplomacia iraniana (1981-1997) e atualmente conselheiro para os assuntos internacionais do líder supremo, à margem da sua campanha eleitoral.