Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara do Porto quer pagar 3 ME para manter Fundação que Governo recomendou extinguir

Lusa

  • 333

Porto, 22 out (Lusa) -- A Câmara do Porto quer pagar três milhões de euros à Fundação para o Desenvolvimento Social do Porto (FDSP) para assegurar, até dezembro de 2014, a manutenção daquela entidade, que o Ministério das Finanças recomendou extinguir.

A proposta a que a Lusa teve hoje acesso é da autoria do presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, e vai ser apresentada na reunião do executivo de terça-feira.

"A importância da FDSP e a necessidade da sua continuidade para garantir a prestação de serviços na área da ação social requer a celebração de um contrato com o município que terá necessariamente de ser visado pelo Tribunal de Contas para assim se garantir a sua existência e continuidade", explica o autarca, na proposta.