Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Lisboa vai "congelar imediatamente" diferença entre orçamento chumbado e o de 2012

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 jan (Lusa) - O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, disse que vai "congelar imediatamente" a diferença de quase 200 milhões de euros entre o orçamento hoje chumbado e o de 2012, que será transposto para este ano, para evitar derrapagens.

O orçamento de Lisboa para este ano, de perto de 730 milhões, e as grandes opções do plano 2013-2016 foram hoje chumbados pela assembleia municipal, contando com os votos contra de todos os partidos da oposição (PSD, CDS-PP, MPT, PPM, PCP, BE e PEV) e favoráveis apenas do PS (em maioria somente na câmara) e de cinco deputados independentes (eleitos nas listas socialistas).

Com o chumbo, a autarquia será gerida tendo por base o orçamento de 2012, que é superior em 180 milhões de euros à proposta chumbada, mas António Costa disse ainda que o executivo vai "congelar imediatamente" esse montante de diferença entre o orçamento chumbado (de 730 milhões) e o orçamento de 2012 (de 910 milhões) para "impedir que possam existir cabimentações acima do que é o valor da despesa que tinha sido fixada este ano" e evitar, assim, "qualquer tipo de derrapagem".