Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Lisboa aprova extinção da EPUL

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 dez (Lusa) -- A Câmara de Lisboa aprovou hoje a extinção da Empresa Pública de Urbanização de Lisboa (EPUL), com os votos favoráveis da maioria socialista, do PSD e do CDS-PP e com o voto contra do PCP.

"Foi a decisão mais acertada para proteger o vasto património da cidade de Lisboa, para garantir os direitos dos credores e salvaguardar o melhor possível os direitos dos trabalhadores", disse o presidente da autarquia, António Costa, no final da reunião de câmara extraordinária destinada a debater a extinção da empresa.

O autarca adiantou que os passivos, no valor de 85 milhões de euros, e ativos da EPUL vão ser integrados na câmara de Lisboa, bem como todos os trabalhadores que assim o queiram.