Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Lagos diz que cancelamento da variante de Odiáxere revela falta de sensibilidade

Lusa

  • 333

Lagos, 25 out (Lusa) - A Câmara de Lagos considerou hoje que o cancelamento da construção da variante de Odiáxere da EN125 revela "falta de sensibilidade" do Governo para os problemas de acessibilidade e de segurança e aumenta o perigo para peões e automobilistas.

"O cancelamento consubstancia mais uma desconsideração e abandono do Algarve e dos algarvios. Aparentemente, esta boa medida de gestão não passa de mais um corte cego e inconsequente", disse à Lusa o presidente da Câmara de Lagos, Júlio Barroso.

Para o autarca, sem a variante o trânsito em Odiáxere "torna-se mais perigoso para os peões e automobilistas", já que se regista um aumento significativo do tráfego devido à introdução de portagens na Via Infante de Infante (autoestrada A22) sem que fossem concluídas as obras de requalificação da EN125 (estada nacional).