Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Grândola põe Estradas de Portugal em tribunal

Lusa

  • 333

Grândola, 19 dez (Lusa) -- A Câmara Municipal de Grândola anunciou hoje que irá pôr a Estradas de Portugal (EP) em tribunal, devido ao estado em que o consórcio que estava a fazer as obras da A26 deixou uma estrada municipal.

A autarquia considera "totalmente inaceitáveis" as condições em que se encontra a Estrada Municipal 544, entre Azinheira dos Barros e Mosqueirões, "tornando-a praticamente intransitável e mesmo, nalguns troços, sem estrada alcatroada".

Em comunicado enviado à agência Lusa, o município afirma que decidiu "responsabilizar em Tribunal a Estradas de Portugal pelos prejuízos e danos causados à população do concelho e, particularmente, aos moradores naquela zona e aos muitos utilizadores daquela estrada".