Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Gondomar manda "estranho" negócio do estacionamento para tribunal

Lusa

  • 333

Gondomar, 19 nov (Lusa) -- A Câmara de Gondomar interpôs hoje uma ação para anular a condenação ao pagamento de 4,6 milhões de euros à construtora dos parques de estacionamento no Mercado da Areosa e vai participar o "estranho" caso ao Ministério Público.

O presidente da câmara, Marco Martins (PS) revelou ter detetado "irregularidades" no processo "muito estranho" em que até alguns documentos terão sido omitidos nas reuniões do executivo anterior liderado pelo independente Valentim Loureiro.

O caso remonta a 2007 quando a autarquia decidiu fazer uma intervenção no Mercado da Areosa, optando por uma empreitada de 4,8 milhões de euros [4 milhões relativos a parques de estacionamento e 800 mil euros para o edifício] em detrimento de uma obra de reabilitação da fachada "orçamentada em 195 mil euros", contou hoje o novo autarca de Gondomar e então presidente da Junta de Freguesia de Rio Tinto, Marco Martins.