Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Évora decide despedir dois funcionários que terão desviado verbas e obrigá-los a repor 54 mil euros

Lusa

  • 333

Évora, 31 out (Lusa) -- A Câmara de Évora decidiu despedir, por justa causa, dois funcionários que terão desviado verbas da cobrança de faturas da água e obrigá-los a repor cerca de 54 mil euros, revelaram hoje fontes da autarquia.

As fontes contactadas pela agência Lusa explicaram que o executivo municipal aprovou, por unanimidade, na terça-feira à noite, a proposta final do processo disciplinar, que foi apresentada pela instrutora do processo, numa reunião extraordinária à "porta fechada".

Ficou decidido que os dois funcionários vão "desvincular-se da administração pública e repor as verbas desviadas por meios próprios", precisaram as fontes. De acordo com as mesmas fontes, o processo disciplinar "deu como provado" que um dos funcionários desviou "35 mil euros" e o outro "19 mil euros".