Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Coimbra e empresa suportam aumento do preço da água sem efeitos para o consumidor

Lusa

  • 333

Coimbra, 19 mar (Lusa) - O presidente da Câmara de Coimbra anunciou hoje que a autarquia e a empresa municipal Águas de Coimbra vão fazer um "grande esforço conjunto" para assumirem os aumentos do preço da água, sem os repercutir nos consumidores.

João Paulo Barbosa de Melo disse, em conferência de imprensa, que as duas entidades "vão ter de gerir de forma eficiente" para suportarem os 500 mil euros a mais que, este ano, terão de pagar à empresa fornecedora Águas do Mondego, em resultado do aumento de tarifário decretado pela ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e Ordenamento do território Assunção Cristas.

"Com esta decisão, consegue-se que os consumidores de Coimbra sejam poupados ao verdadeiro 'confisco' que é estabelecer um aumento de 3% na água e 7,5% no saneamento, num ano em que as famílias portuguesas já estão a ser demasiado sacrificadas", sublinhou o autarca social-democrata.