Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Caminha (PSD) acusa Governo de "discriminação" com comboio direto para Vigo

Lusa

  • 333

Caminha, 04 jul (Lusa) - A Câmara de Caminha, liderada pelo PSD, afirmou hoje que o novo comboio entre Porto e Vigo representa uma "discriminação" à população do vale do Minho, por não fazer qualquer paragem na região.

Em comunicado, o município diz que "lamenta profundamente esta decisão", a qual entende "prejudicar gravemente os munícipes", não só do concelho como da região do vale do rio Minho, "que se veem privados de um transporte ao serviço de estudantes, trabalhadores e turistas".

"A Câmara vê nesta política de transportes uma discriminação para concelhos que se encontram cada vez mais isolados e ilhados, sobretudo depois da instituição de portagens nas ex-Scuts", sublinha a autarquia, que já informou a CP e o Ministério da Economia do "descontentamento" com a situação, aguardando a marcação de uma reunião com a administração daquela empresa pública.