Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Borba contra fundo de investimento apenas para empresas de Vila Viçosa

Lusa

  • 333

Borba, 10 abr (Lusa) -- A Câmara de Borba repudiou hoje a decisão da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) de criar um fundo de investimento, para empresas transformadoras de mármores,"exclusivamente com o município de Vila Viçosa".

Numa moção aprovada em reunião de câmara e enviada à agência Lusa, a autarquia de Borba manifesta o "mais vivo repúdio" pela forma como a DGEG criou o fundo de investimento "exclusivamente com o município de Vila Viçosa" e com a "discriminação que é feita em relação aos restantes municípios da Zona dos Mármores".

Em causa está um fundo de investimento de 200 mil euros para apoiar a internacionalização de empresas transformadoras de mármores, criado pela Câmara de Vila Viçosa em parceria com a DGEG.