Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Caixa Económica de Cabo Verde quer abrir escritórios em Portugal, França e junto de outras comunidades cabo-verdianas

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 fev (Lusa) -- A Caixa Económica de Cabo Verde quer internacionalizar-se abrindo escritórios de representação em Portugal, França, Estados Unidos e junto de outras comunidades cabo-verdianas, disse à Lusa Diogo Machado, administrador da Geocapital, que controla o banco.

À margem de um encontro, em Lisboa, do primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, com os responsáveis da Geocapital António Almeida Santos e Jorge Ferro Ribeiro, Diogo Machado adiantou que o grupo está "muito satisfeito" com a operação cabo-verdiana, que é rentável, mas que Cabo Verde tem um potencial por realizar enquanto grande praça financeira da África Ocidental.

"Faz mais sentido nesta altura projetar uma lógica internacional e de internacionalização da economia de Cabo Verde e da Caixa Económica também, do que propriamente olhar para o mercado interno", disse à Lusa Diogo Machado, vice-presidente do banco.