Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cachaça tenta abrir o apetite chinês para a gastronomia brasileira

Lusa

  • 333

Pequim, 10 mai (Lusa) - O 1º Festival de Gastronomia Brasileira em Pequim, orientado por dois 'chefs' vindos do Brasil, abriu hoje num grande hotel da capital chinesa, com a obrigatória cachaça e 15 especialidades típicas de todas as regiões do país.

"Bobó de camarão", "mousse de maracujá", "lombinho de porco com abacaxi e farofa", "caldinho de feijão com pimenta" e "espetinho de futebol" foram algumas das iguarias confecionadas por Felipe Ribenboim e Paulo Machado, dois ´chefs´ empenhados em "desenvolver a gastronomia como expressão cultural".

"Como a arte, a comida transcende culturas e junta as pessoas", disse a Encarregada de Negócios do Brasil na China, Tatiana Rosito, aos cerca de 200 convidados, na maioria chineses, que assistiram à abertura do festival.