Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cabo Verde vai protestar jogo na Guiné Equatorial e acusa árbitro de erros intencionais

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 27 mar (Lusa) - A Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF) vai protestar junto da FIFA o jogo de domingo em que Cabo Verde saiu derrotado na Guiné Equatorial (4-3), alegando "erros intencionais" de arbitragem nesta partida de qualificação para o Mundial2014.

Em declarações à RTP África, o presidente da FCF, Mário Semedo, qualificou a arbitragem do maliano Mahamadou Keita de "escandalosa", considerando inadmissíveis "cinco erros decisivos" que influenciaram o resultado, penalizando sempre Cabo Verde.

"Vamos enviar à FIFA uma exposição para dar conta do que se passou. Achamos escandaloso. Pode-se errar uma vez, duas vezes, é humano, aceita-se. Mas cinco erros, e decisivos para o resultado final de um jogo de futebol, isso é de mais", afirmou Mário Semedo.