Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cabo Verde: Primeiro-ministro confia no impacto de "ações inovadoras" europeias nas ilhas

Lusa

  • 333

Horta, 14 set (Lusa) -- O primeiro-ministro de Cabo Verde reconhece que a crise se tem traduzido numa "redução substancial" da ajuda europeia ao seu país, mas confia nos efeitos das "ações inovadoras" anunciadas por Bruxelas em matéria de economia marítima.

A União Europeia já aprovou "duas decisões importantes em relação às regiões ultraperiféricas (RUP)" respeitantes ao "crescimento inteligente, sustentável e inclusivo" e ao "aproveitamento da economia costeira e marítima do Atlântico", sublinhou na quinta-feira à noite José Maria da Neves.

O chefe do Governo cabo-verdiano, que fala à agência Lusa na Horta, na ilha açoriana do Faial, justificou assim a sua expectativa quanto à implementação de "mecanismos inovadores de financiamento do desenvolvimento".