Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cabinda: Comandante das FLEC apela à união e garante que vitória é possível

Lusa

  • 333

Redação 05 ago (Lusa) -- O comandante da Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC) lembrou hoje os sacrifícios que há 50 anos são "impostos desnecessariamente" ao povo cabindês, e apelou à união numa altura em que a luta está "numa encruzilhada".

Numa mensagem alusiva à celebração dos cinquenta anos da fundação da FLEC, que hoje se assinalam, o comandante António Luís Lopes refere que "nunca" a organização e os cabindeses "precisaram de tanta união, discernimento e serenidade do que agora que a luta está numa encruzilhada, enfrenta e exige novos desafios, novas opções e novas escolhas eficazes, inteligentes e coerentes".

No documento, ao qual a agência Lusa teve acesso, o dirigente da mais antiga organização independentista do enclave faz "um vibrante e patriótico apelo" para que o povo cabindês continue a lutar pelo "direito inalienável e imprescritível" que é a independência do território.