Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Cabe ao Governo decidir e ser mais assertivo com a 'troika'" -- UGT

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 nov (Lusa) -- O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, reconheceu hoje que Portugal enfrenta constrangimentos orçamentais, mas defendeu que cabe ao Governo o papel de defender os interesses nacionais junto da 'troika'.

"Compreendemos os constrangimentos orçamentais, mas cabe ao Governo decidir e ser mais assertivo com a 'troika'", disse Carlos Silva aos jornalistas depois de um encontro de quase duas horas e meia com o Vice-primeiro-ministro, Paulo Portas.

Na reunião, destinada a discutir o Guião da Reforma do Estado, a central sindical transmitiu a Paulo Portas "qual é o papel da UGT, quais são as linhas vermelhas e onde há possibilidade para haver conversações".