Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Burla de sementes continua a prejudicar produção agrícola em Moçambique - Governo

Lusa

  • 333

Chimoio, Moçambique, 11 jul (Lusa) - A falsificação de sementes, sobretudo de milho, continua a "prejudicar camponeses" moçambicanos ao não conseguirem atingir níveis recomendados de rendimento por hectare, disse hoje à Lusa fonte oficial.

David Mariote, investigador de semente de milho no Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM) na região centro do país, disse que espanta a instituição o facto de os resultados das suas investigações serem altos, mas os rendimentos no setor produtivo se revelarem ainda muito baixos.

"Nós achamos que o rendimento observado no setor produtivo é baixo, o que indica que o camponês ainda precisa de semente de qualidade", precisou David Mariote, assegurando ser necessário apelar à consciência das empresas produtoras de sementes para evitarem a "desgraça no camponês".