Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bruxelas quer limitar salários dos líderes de empresas cotadas na UE

Lusa

  • 333

Lisboa, 09 mar (Lusa) - A Comissão Europeia (CE) quer limitar os salários dos dirigentes de todas as empresas cotadas em bolsa dentro da União Europeia (UE), sublinhou o comissário europeu do Mercado Interno, Michel Barnier, ao jornal Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung (FAS).

"Em todas as empresas cotadas em bolsa dentro da União Europeia, os acionistas deverão tomar decisões ao nível dos salários, incluindo as reformas douradas, e as remunerações deverão ser mais transparentes", disse Barnier ao jornal que será publicado no domingo.

O responsável sublinhou que "é preciso voltar a uma economia social de mercado" e que "as empresas não devem ser lojas em autosserviço para os dirigentes".