Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bruxelas alarga proteção a pacotes turísticos comprados pela Internet

Lusa

  • 333

Bruxelas, 09 jul (Lusa) -- A Comissão Europeia anunciou hoje, em Bruxelas, ter atualizado as normas de proteção de turistas, datadas de 1990, de modo a incluir reservas de pacotes de férias através da Internet, opção utilizada por 120 milhões de consumidores.

Assim, os turistas que compram pacotes tradicionais e personalizados terão direito a controlos mais rigorosos sobre os suplementos de preços, sendo fixado um limite máximo de 10% para os aumentos de preços.

Em relação à anulação das reservas, será possível a rescisão do contrato antes da partida, mediante o pagamento de uma "compensação razoável", sendo gratuita em caso de catástrofes naturais, perturbações da ordem pública ou situações graves semelhantes, no local de destino, se essas perturbações forem suscetíveis de afetar as suas férias.