Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Brasileiro Roberto Azevêdo pode tornar comércio mundial mais justo - Dilma Rousseff

Lusa

  • 333

Brasília, 07 mai (Lusa) -- A Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, defendeu hoje que o novo diretor-geral da Organização Mundial de Comércio (OMC), o brasileiro Roberto Azevêdo, ajudará a impulsionar uma nova ordem económica mundial "mais dinâmica e justa".

"Ao apresentar o nome do embaixador Azevêdo para este alto cargo, tínhamos certeza que, pela sua experiência e envolvimento, poderia conduzir a um ordenamento económico e mundial mais dinâmico e justo", afirmou Dilma Rousseff.

A Presidente do Brasil considerou que a OMC deve dar um impulso "novo, equilibrado e vigoroso" no comércio mundial nos próximos anos para que a economia retome "um período de crescimento e justiça social".