Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Brasileira Vale diz que respeitou direitos das populações retiradas de mina de carvão em Moçambique

Lusa

  • 333

Maputo, 23 mai (Lusa) - A brasileira Vale rebateu hoje as críticas da ONG Human Rights Watch sobre a alegada violação dos direitos das comunidades da mina de Moatize, centro de Moçambique, defendendo que respeitou "os direitos humanos e padrões internacionais".

Num relatório que divulgou hoje, de 122 páginas, com o título "O que é uma casa sem alimentos?" a Human Rigths Watch (HRW) denuncia que os investimentos no setor do carvão das empresas Vale e Rio Tinto na província moçambicana de Tete estão a dificultar às populações os acessos à alimentação, à água e ao trabalho.

"As comunidades estão a viver períodos de incerteza alimentar ou ficam na dependência direta da Vale e da Rio Tinto", as duas companhias com as maiores concessões mineiras no distrito de Moatize, refere a Human Rights Watch.