Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Brasil: Universidade pondera recorrer da decisão que autoriza Militão a frequentá-la

Lusa

  • 333

Rio de Janeiro, 24 set (Lusa) - A Universidade Federal do Ceará (UFC) pondera recorrer da decisão judicial que autorizou o português Luís Militão, condenado a 150 anos de prisão pela morte de seis portugueses, em 2001, a frequentar o curso de geografia da instituição.

"Não acredito que a Justiça vá permitir que esse criminoso venha para a universidade, mas, caso determine, naturalmente a universidade vai procurar as formas de recorrer, se houver condições", afirmou à agência Lusa o reitor da UFC, Jesualdo Farias.

Em 2002, Luís Militão foi condenado a 150 anos de prisão no Brasil, pelo homicídio de seis empresários portugueses. O crime, antecedido de roubo, foi agravado ainda pela tentativa de ocultação de cadáver e formação de quadrilha.