Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

BPN/Inquérito: Expressão "desnorte estratégico" sobre gestão do banco desaparece do relatório final

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 nov (Lusa) -- A expressão "desnorte estratégico" que aparecia na proposta do relatório final da comissão do BPN para caracterizar a gestão do banco enquanto estava nacionalizado desapareceu do documento final, hoje aprovado no Parlamento.

Na proposta inicial de conclusões do relatório da Comissão de Inquérito ao caso BPN, divulgada em outubro, aparecia por dez vezes "desnorte estratégico". Expressão que o deputado-relator do documento, o social-democrata Duarte Pacheco, usava para caracterizar o período em que o banco esteve na esfera do Estado e, nomeadamente, durante os Governos socialistas.

O BPN esteve nacionalizado entre novembro de 2008 e março de 2012, quando foi concretizada a venda ao banco luso-angolano BIC por 40 milhões de euros.