Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

BPI podia devolver ao Estado mais de 600 ME com atualização do valor da dívida soberana - Santos Silva

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 abr (Lusa) - O presidente do Conselho de Administração do BPI, Artur Santos Silva, realçou que a atualização do valor da dívida soberana que o banco detém permitiria a devolução imediata de 613 milhões de euros do apoio recebido do Estado.

"Se a 'reserva temporária' de capital fosse atualizada com base no volume efetivo da exposição a dívida soberana em 31 de dezembro de 2012, aos preços de mercado nessa data, o banco poderia devolver de imediato ao Estado mais 613 milhões de euros de obrigações contingentes", frisou Santos Silva, no relatório e contas de 2012 do Banco BPI, que vai ser submetido à aprovação dos acionistas na assembleia-geral de 24 de abril.

No documento que foi hoje divulgado através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), Santos Silva assinalou que foi imposto ao BPI um reforço temporário de capital de 1.389 milhões de euros para atingir um rácio de 9% em junho de 2012, refletindo a valorização da dívida soberana aos preços de mercado de setembro de 2011, data "arbitrariamente" convencionada pela Autoridade Bancária Europeia (EBA, na sigla em inglês).