Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bolsa: CMVM diz que pedido da Brisa para sair de bolsa "pressupõe decisão favorável"

Lusa

  • 333

Lisboa, 5 set (Lusa) - A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) esclareceu hoje que o pedido de perda da qualidade de sociedade aberta por parte da Brisa "pressupõe uma decisão favorável, estando em curso a análise do pedido em apreço".

O supervisor do mercado de capitais refere que "face a diversas dúvidas que têm vindo a ser colocadas por investidores" à CMVM na sequência do requerimento da Tagus Holdings, solicitando a perda da qualidade de sociedade aberta da Brisa - Auto Estradas de Portugal, "ao abrigo da alínea a) do nº 1 e do nº 2 do artigo 27.º do Código dos valores Mobiliários", terá que tomar uma decisão sobre a saída em bolsa da empresa liderado por Vasco de Mello.

Se a CMVM decidir aceitar o pedido, e segundo a legislação, a Tagus, que detém 92 por cento da Brisa, não fica obrigada a comprar as ações restantes da empresa.