Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Boavista anuncia "recurso" da decisão judicial que mantém condenação de João Loureiro

Lusa

  • 333

Porto, 08 fev (Lusa) - O Boavista anunciou que vai "recorrer novamente para o Tribunal da Relação" da decisão da 4.ª Vara Criminal do Porto de manter a condenação de João Loureiro a dois anos de prisão, com pena suspensa de por cinco anos.

A condenação inicial tem dois anos e João Loureiro, que no mês passado reassumiu a presidência do clube portuense, recorreu dela para a Relação.

O dirigente e outros dois antigos administradores da SAD boavisteira foram julgados por fraude e abuso de confiança fiscal, cometidos quando desempenharam funções no Boavista, estando em causa atos praticados entre 2001 e 2004.O processo voltou à 4.ª Vara Criminal e a juíza Maria José Matos, que os havia julgado da primeira vez, manteve a sua decisão, negando a existência de quaisquer ilegalidades.