Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

BMW recolhe mais de 220.000 carros por suspeita de defeitos no 'airbag'

Lusa

  • 333

Frankfurt, 08 mai (Lusa) -- A BMW anunciou na terça-feira que recolheu 220.000 veículos para revisão, por suspeita de defeitos no 'airbag', produzido pelo mesmo fabricante japonês que levou recentemente a Toyota, Nissan, Honda e Mazda a reunir mais de três milhões de veículos.

O porta-voz da BMW, Bernhard Santer, confirmou que foram detetados defeitos nos 'airbags' do passageiro da frente, instalados em veículos do modelo da série 3, entre dezembro de 2001 e março de 2003.

Há cerca de um mês, um problema com o 'airbag', produzido pela empresa japonesa Takata, entre 2000 e 2004, levou a Toyota, Nissan, Honda e Mazda a recolher mais de três milhões de automóveis para resolver o alegado defeito nessa componente.