Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bloco de Esquerda acusa EDP de "crueldade social" nos bairros do Porto

Lusa

  • 333

Porto, 02 nov (Lusa) - O coordenador do Bloco de Esquerda (BE), João Semedo, acusou hoje a EDP de "crueldade social" ao cortar a luz nos bairros portuenses do Lagarteiro e de Contumil, defendendo que o Governo "tem que exigir responsibilidade social" à empresa.

"Quando se corta a eletricidade a pessoas que já vivem com tantas e tantas dificuldades isso é crueldade social. A EDP não vende automóveis, não vende bicicletas, vende um serviço de enorme impacto social e não pode ignorar as consequências das atitudes como esta que acaba de tomar", afirmou João Semedo durante uma visita ao bairro do Lagarteiro.

A EDP Distribuição cortou na quinta-feira e na sexta-feira o fornecimento de energia em várias habitações dos bairros do Lagarteiro e de Contumil, onde existiam, nalguns casos há vários anos, dezenas de ligações ilegais de eletricidade.