Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bispo do Porto apela à "união" para que seja possível salvaguardar o estado social

Lusa

  • 333

Porto, 02 nov (Lusa) -- O bispo do Porto, Manuel Clemente, defendeu hoje, no Porto, a salvaguarda do estado social, afirmando tratar-se de "uma temática em que ninguém pode ficar de fora".

"Sabemos que o debate político e partidário muitas vezes vive mais de divisões do que de aproximações, mas aqui é que se mostra a grandeza das pessoas e a sua capacidade de perceber o conjunto e andar para a frente conjuntamente naquilo que é essencial e que não pode ser resolvido particularmente", afirmou Manuel Clemente aos jornalistas, depois de celebrar a eucaristia da comemoração do dia de Todos os Fiéis Defuntos, no cemitério do Prado do Repouso.

Para o bispo do Porto, "as pessoas estão a contar" com a viabilidade do estado social e "é uma enorme pena se houver algum tipo de recuo, sobretudo para as pessoas que estão mais fragilizadas e com menos possibilidades próprias e particulares".