Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bispo de Viseu diz que tirar "o que é aceitável para viver é ir além do razoável"

Lusa

  • 333

Viseu, 17 mai (Lusa) -- O bispo de Viseu defendeu que tirar "uma percentagem do que é minimamente aceitável para viver é ir além do razoável" e apelou aos crentes que sejam ativos nos vários aspetos da sua vida, designadamente quando estão no Parlamento.

Em declarações aos jornalistas, Ilídio Leandro frisou que a dignidade humana "é uma das grandes causas de Deus", para a qual os crentes são desafiados pela Igreja na sua vida profissional e familiar e nas várias áreas, como a cultura, a economia e a política.

O bispo lamentou que "muitos apareçam como crentes dentro da Igreja", mas não fora dela, ou seja, "na rua, na família, no Parlamento, no Governo, nos ministérios e nas empresas".