Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Birmânia: Bruxelas quer acabar com tarifas às exportações birmanesas

Lusa

  • 333

Bruxelas, 17 set (Lusa) - A Comissão Europeia propôs hoje restabelecer as preferências comerciais entre a União Europeia (UE) e a Birmânia, para apoiar as reformas políticas no país, acabando com as tarifas às exportações birmanesas para a Europa.

A proposta, que prevê isentar a Birmânia de tarifas e de quotas de importação para o mercado da UE, aplicável a todos os produtos, exceto armas e munições, tem ainda que obter o acordo do Parlamento Europeu e dos 27 Estados-membros da UE.

"Desde que o regime da Birmânia se começou a abrir, no início deste ano, reconheci a necessidade de apoiar essas mudanças profundas e importantes com apoio económico real, desde que sejam cumpridas melhorias essenciais no que toca à mão-de-obra", disse o comissário do Comércio europeu, Karel De Gucht, em comunicado.