Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bill Clinton diz que crise na zona euro não se resolve apenas com austeridade

Lusa

  • 333

Madrid, 21 mai (Lusa) - O antigo presidente dos Estados Unidos da América (EUA) Bill Clinton considera que os países da zona euro e o BCE devem impulsionar medidas de crescimento para sair da crise, porque manter apenas as políticas de austeridade criará "problemas".

Clinton participou hoje conjuntamente com o príncipe das Astúrias, Felipe de Bourbon, num fórum sobre juventude e emprego organizado pela rede universitária Laureate, da qual é reitor honorário, que decorreu na Universidade Europeia de Madrid, tendo considerado que, face ao período de baixo crescimento económico e de baixa inflação, as medidas de austeridade são insuficientes para dar a volta à crise.

O antigo governante pediu desculpa aos jovens por serem as maiores vítimas de uma crise que não causaram e que foi originada nos EUA, ao mesmo tempo que os aconselhou a serem otimistas sobre o seu futuro profissional, procurando trabalho noutros países europeus enquanto não melhorem as perspetivas de emprego nos seus países de origem.