Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Berlim defende constitucionalidade da compra de dívida soberana pelo BCE

Lusa

  • 333

Berlim, 11 jun (Lusa) -- O governo alemão defendeu hoje o programa de compra de títulos anunciado pelo Banco Central Europeu (BCE) pouco antes da constitucionalidade deste começar a ser avaliada pelo Tribunal Constitucional (TC) alemão.

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, sublinhou nos arredores do TC, com sede em Karlsruhe (sudoeste do país), que o Executivo da chanceler Ângela Merkel considera que o controverso programa Outright Monetary Transactions, OMT, (Transações Monetárias Abertas) se ajusta às funções do BCE.

"O governo alemão acredita que o BCE, com as suas decisões, se manteve nos limites do seu mandato", assegurou o ministro, posicionando-se contra os críticos, que consideram que o plano de compra de dívida excede as competências de politica monetária atribuídas ao BCE.