Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Berlim aprovou lei que prevê separação de atividades bancárias e penas até cinco anos de prisão

Lusa

  • 333

Berlim, 06 fev (Lusa) -- O governo alemão aprovou hoje uma estrita regulação para as entidades financeiras que prevê a separação das atividades bancárias e condenações até cinco anos de prisão para quem aprovar investimentos de risco que não corram bem.

O projeto de lei, aprovado hoje em conselho de ministros e que deverá entrar em vigor em janeiro de 2014, prevê a separação dos bancos comerciais dos de investimento para as entidades bancárias cujos ativos de risco sejam superiores em 20% a 100 mil milhões de euros.

Apesar da entrada em vigor em janeiro de 2014, a lei dá aos bancos abrangidos um prazo até julho de 2015 para proceder à separação efetiva das atividades bancárias.