Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Benfica acusa Sporting de recorrer ao "mais primário populismo"

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 nov (Lusa) - O Benfica acusou hoje o Sporting de recorrer ao "mais primário populismo" na reação à arbitragem do dérbi de sábado, que os "encarnados" venceram por 4-3, sugerindo que o presidente "leonino" ultrapassou a fronteira da liberdade de expressão.

Num comunicado colocado no seu sítio oficial, intitulado "uma questão de coerência", os "encarnados" consideram não ser admissível a forma como Bruno de Carvalho se dirigiu, "pela segunda vez", ao treinador Jorge Jesus, embora sem nunca referir as palavras utilizadas pelo rival "leonino" ("comentários palermas").

"A liberdade de expressão tem fronteiras que devem ser respeitadas. Não é por gritar mais alto nem por insultar mais vezes que se ganha a razão", sustenta o texto dos encarnados.