Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Beja/aeroporto: Estratégia de desenvolvimento deve passar a curto/médio prazo pela aposta na zona industrial

Lusa

  • 333

Beja, 10 set (Lusa) - A estratégia de desenvolvimento do aeroporto de Beja deve passar, a curto/médio prazo, pelo conceito de "aeroporto indústria", através da aposta na zona industrial adjacente, defende o grupo de trabalho que definiu uma estratégia para a infraestrutura.

"O aeroporto de Beja é a única infraestrutura aeroportuária do país que tem uma zona industrial adjacente e que é uma especificidade que deve ser explorada", explicou hoje à agência Lusa o coordenador do grupo de trabalho, João Paulo Ramôa. O responsável falava após a divulgação de um comunicado com as principais linhas da estratégia de desenvolvimento do aeroporto de Beja definida pelo grupo e que consta num relatório entregue na passada quinta-feira ao Governo.

Segundo o grupo de trabalho, explicou, o plano estratégico do aeroporto de Beja elaborado pela ANA - Aeroportos de Portugal "deve ser revisto com carácter de urgência", tendo em conta um "novo paradigma" em que o modelo de negócio deve "redirecionar-se para o desenvolvimento industrial" e colocar as valências de transporte de passageiros e de carga "num patamar posterior".